Faça o LOGIN e seja mais um MEMBRO...

CONHEÇA O BRASIL DE JESUS...

CONHEÇA O BRASIL DE JESUS...
Click na imagen "BRASIL-TURISMO"

Quem sou eu

Minha foto
Brasilia- DF, Brazil
APENAS UM COLECIONADOR !... DEFINIÇÃO: Telecartofilia designa o ato de colecionar cartões telefônicos. Com o advento da moderna tecnologia dos cartões telefônicos, que substituiu as moedas e, no Brasil, as antigas fichas telefônicas, as pessoas começaram a colecioná-los, separando-os e classificando-os por países, categorias, valores, temas ilustrativos, trocando-os e mesmo comercializando-os. Atualmente, algumas peças alcançam valores expressivos nesse mercado, o que estimula pessoas a colecioná-los como forma de investimento. Entre os fatores que determinam a valorização de determinadas peças encontram-se a tiragem reduzida, uma série específica, defeitos de fabricação, personalidades do momento, eventos esportivos, culturais, etc. A telecartofilia é uma forma de colecionismo em expansão, com um grande número de adeptos. Isso pode ser explicado devido a que os cartões telefônicos são baratos, fáceis de obter e manter, com temas variados e ilustrações atraentes. CONTATOS: katz-cs@hotmail.com ou prkatzenelson@gmail.com

CHEGAMOS A MAIS DE 31 mil acessos e 585 SEGUIDORES !!!

CHEGAMOS A MAIS DE  31 mil acessos e 585 SEGUIDORES !!!
MEU OUTRO BLOG - EU VOU NO ARREBATAMENTO !!! e você ?
Loading...

Banner...Sejamos PARCEIROS - Cole o código em seu Site ou Blog , e me avise por Email..

sexta-feira, 5 de março de 2010

CURIOSIDADES - sobre Karl Marx

Amigos,

Irei postar alguns artigos de algumas compilações de curiosidades sobre a vida dos filósofos e iniciarei essa seção com algumas curiosidades sobre o nosso bom e velho Marx.

Karl Marx foi um intelectual e revolucionário alemão, fundador da doutrina comunista moderna, que atuou como economista, filósofo, historiador, teórico político e jornalista.

O pensamento de Marx influencia várias áreas, tais como Filosofia, História, Sociologia, Ciência Política, Antropologia, Psicologia, Economia, Comunicação, Arquitetura e outras.

Segue as curiosidades sobre a Marx:

Somente o primeiro volume de O Capital apareceu com Marx ainda vivo. Mesmo reunindo grande documentação para continuar o livro, os volumes segundo e terceiro surgiram editados por Engels, em 1885 e 1894.
Alguns escritos foram publicados por Karl Kautsky, como quarto volume, entre 1904 e 1910.

Karl Marx morreu em 14 de março de 1883, em Londres.

Após trabalhar no movimento revolucionário de 1848 na Alemanha, Marx retornou definitivamente a Londres; pelo resto da vida teve uma generosa ajuda de Engels para manter a família.

A vida do filósofo foi conturbada. Muitos exílios. Por volta de 1850, Colônia, Paris, Londres. Com a mulher, as duas filhas, uma empregada, a situação financeira era gravíssima. Recusava-se a trabalhar em algo que não tivesse relação com o que acreditava. Um fato curioso é que por tal época não foi aceito em um trabalho de escritório por causa de sua caligrafia ruim.

Marx foi expulso da França em 1845. Em um contexto de vida difícil, redige com Engels a Ideologia Alemã. É o afastamento teórico de Feuerbach.

O texto intitulado Esboço de uma Crítica da Economia Política, de Engels, escrito enquanto este morava em Manchester, Inglaterra, causou fundo impacto em Marx. Logo depois ambos passariam a trabalhar em parceria. O primeiro trabalho neste sentido foi A Sagrada Família.

A revista Anais Franco-Alemães teria como diretores Ruge, Heine, Marx e Feuerbach, mas este último decidiu não participar. Seus amigos ficaram sentidos. A revista teve apenas um número, em 1844. Ali aparece o texto de Marx intitulado A Questão Judaica.

Marx tinha a idéia de compor com Bauer uma revista. Mas isso não se efetivou porque, entre outros motivos, Bauer foi expulso de Bonn.

Em sua tese de doutorado, Marx entendia que o átomo, em Demócrito, seria uma demonstração de uma categoria abstrata sobre um elemento empírico, muito diferente do que houve em Epicuro.

Nas cartas de Karl escreveu a seu pai, que desejava ver o filho formado na academia antes de se casar, temos as discordâncias daquele jovem pensador com os pressupostos de Hegel. No entanto, Marx mostrava-se essencialmente próximo, fortemente impelido em direção aos escritos hegelianos.

Marx estudou na Universidade de Berlin. Particularmente, não sentia simpatia e não apreciava a cidade. Esta lhe parecia pouco amigável.

Karl e Jenny tiveram uma vida muito complicada, cheia de privações, dificuldades. É possível que tenham passado fome. Somente 3 dos 6 filhos que tiveram sobreviveram.

Marx em sua juventude pareceu romântico, pouco cuidadoso com os gastos, apreciador das noites. Seu romance com Jenny foi marcante em sua vida. A família dela e a família dele colocaram muitos impedimentos nesta relação.

A mãe de Marx se chamava Enriqueta Pressburg e era descendente de rabinos. A influência dela no pensamento do filho parece ter sido periférica.

O pai de Marx provavelmente abandonou o judaísmo em 1824 porque naquela data os cargos públicos não eram permitidos a quem era judeu, na Renânia.

Fonte: BLOG DO NAZARETH

Revistas Filosofia (www.filosofia.com.br)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Conheça os PAÍSES:

Conheça os PAÍSES:
Click na imagen e pesquise: